Blended Learning na promoção de aprendizagem ativa na formação em serviço

o caso de uma Escola de Governo do Poder Judiciário Trabalhista

Palavras-chave: : blended learning, andragogia, metodologias ativas de ensino, educação de adultos, educação corporativa

Resumo

As Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) abrem novas possibilidades de articular teoria-prática na formação em serviço para adultos, por meio da combinação de ensinos presencial e on-line, com o modelo pedagógico do blended learning (BL). O presente artigo relata a experiência da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (EJ-TRT6) com uso do BL em suas ações formativas em serviço. Desafios encontrados, contexto e estratégia de implantação e cenário atual do modelo implantado são relatados no estudo. Com abordagem qualitativa, de natureza descritiva por meio de relato de experiência, a pesquisa ampara-se no referencial teórico da andragogia (KNOWLES; HOLTON III; SWANSON, 2005), das metodologias ativas de ensino (BACICH; MORAN, 2017; CORTELAZZO et al., 2019) e do BL (GRAHAM, 2006; HORN, STAKER, 2015; MUBAYRIK, 2018).O estudo conclui que o BL foi incorporado à cultura organizacional da instituição por possibilitar participação ativa do aluno na construção do conhecimento, com uso de TDICs e de tarefas de aprendizagens vinculadas ao contexto de trabalho.

Biografia do Autor

Mario dos Santos de Assis, PPG-Edumatec-UFPE
Mestre em Educação Matemática e Tecnológica - EDUMATEC-UFPE; Especialista em Docência na Educação a Distância pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar; Licenciado em Geografia - IFPE; Bacharel em Direito - FDR/UFPE; Especialista em Processo e Direito do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes;Graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade de Pernambuco. Experiência profissional na área de Educação Corporativa, Educação a Distância, Gestão de Cursos em EAD, Tutoria on-line, Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle), Webconferência, Design Instrucional para EAD, Direito e Processo do Trabalho.
Sérgio Paulino Abranches, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Professor Titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), lotado no Departamento de Fundamentos Sócio-filosóficos da Educação. Possui graduação em Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (1982), Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1993) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003). Atua na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação, destacando principalmente os seguintes temas: uso de tecnologias digitais na educação, formação de professores e tecnologias na educação, educação e comunicação.

Referências

ALMEIDA, M. E. B. d. As teorias principais da andragogia e heutagogia. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. (Ed.). Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Perason, 2009. cap. 15, p. 105-111.
ASSIS, M. d. S. d.; CAVALCANTI, V. T. Curso Blended como ferramenta de viabilização da Educação Corporativa: XXXXXX. In: 20º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, 2014a, Curitiba. Associação Brasileira de Educação a Distância - ABED, Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/167.pdf.
ASSIS, M. d. S. d.; CAVALCANTI, V. T. A importância da preparação do facilitador de aprendizagem e tutor on-line no sucesso de cursos em ambiente corporativo: o caso da capacitação dos servidores do XXXXX. In: 20º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, 2014b, Curitiba. Associação Brasileira de Educação a Distância, Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/206.pdf.
BACICH, L.; MORAN, J. Metodologias ativas para uma educação inovadora. Porto Alegre: Penso, 2017. 978-85-8429-116-8.
BARROS, R. Revisitando Knowles e Freire: Andragogia versus pedagogia, ou O dialógico como essência da mediação sociopedagógica. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 44, 2018.
BEHAR, P. A. Modelos pedagógicos em educação a distância. In: BEHAR, P. A. (Ed.). Modelos Pedagógicos em Educação a Distância. Porto Alegre: Artmed, 2009. cap. 1, p. 15-32.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Presidência da República, Brasilia, DF, pp.
CORTELAZZO, Â. L.; FIALA, D. A. d. S.; JÚNIOR, D. P.; PANISSON, L. et al. Metodologias Ativas e Personalizadas de Aprendizagem. Rio de Janeiro: Alta Books, 2019. 978-85-508-0330-2.
XXXXX. Planejamento Didático-Pedagógico para capacitação no uso do Processo Judicial Eletrõnico (PJeJT) no 1º Grau. JUDICIAL, E. Brasil: XXXXX 2014a.
XXXX. Planejamento Didático-Pedagógico para Curso de formação de Facilitadores de Aprendizagem para o uso do Processo Judicial Eletrônico (PJeJT) no 1º Grau. JUDICIAL, E. Brasil: XXXXX 2014b.
XXXX. Relatório de Atividades. JUDICIAL, E. Brasil: XXXX 2014c.
XXXX. Relatório de Atividades. JUDICIAL, E. Brasil: XXXXX 2015.
XXXX. Relatório de Atividades. JUDICIAL, E. Brasil: XXX 2016.
XXX. Relatório de Atividades. JUDICIAL, E. Brasil: XXX 2017.
XXX. Relatório de Atividades. JUDICIAL, E. Brasil: XXX 2018.
XXX. Relatório de Atividades. JUDICIAL, E. Brasil: XXX 2019.
GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
GRAHAM, C. R. Blended learning systems: Definition, current trends, and future directions. In: GRAHAM, C. J. B. a. C. R. (Ed.). The Handbook of Blended Learning: Global Perspectives, Local Designs. San Francisco, CA: Pfeiffer Publishing., 2006. p. 3-21.
GRAHAM, C. R. Current research in blended learning. In: DIEHL, M. G. M. a. W. C. (Ed.). Handbook of Distance Education. New York: Routledge, 2019. p. 173–188.
HORN, M. B.; STAKER, H. Blended – Usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: 2015. 978-85-8429-044-4.
KNOWLES, Malcolm S.; HOLTON III, Elwood F.; SWANSON, R. A. The adult learner: the definitive classic in adult education and human resource development 6th ed. Elsevier Inc., 2005 2005. 0-7506-7837-2.
MUBAYRIK, H. F. B. The Present and Future State of Blended Learning at Workplace-Learning Settings in Adult Education: A systematic review. Journal of Social Studies Education Research, 9, n. 4, p. 247--273, 2018.
SCHWAB, K. A Quarta Revolução Industrial. Tradução Miranda, D. M. 1ª ed. São Paulo: Edipro, 2019. 978-8572839785
SOUZA, C. d. S.; IGLESIAS, A. G.; PAZIN-FILHO, A. Estratégias inovadoras para métodos de ensino tradicionais – aspectos gerais. Medicina, Ribeirão Preto, n. 3, v. 47, p. 284-292, 2014.
TORI, R. Cursos híbridos ou blended learning. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. (Ed.). Educação a distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson, 2009. cap. 17, p. 121-128.
Publicado
2021-06-25
Seção
Relatos de Experiência