O PEDAGOGO COMO ORIENTADOR DE ENSINO E APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO DISTÂNCIA

Palavras-chave: educação a distância. coordenação pedagógica. pedagogo.

Resumo

Este artigo é parte de uma pesquisa de mestrado que discute as atividades desenvolvidas pelo pedagogo em cursos da modalidade Educação a Distância (EaD) no interior de uma equipe multidisciplinar de coordenação pedagógica, a qual desempenha a função de Orientador de Ensino e Aprendizagem (OEA). A função do OEA é acompanhar, orientar e apoiar as atividades docentes. Considerando a centralidade do trabalho pedagógico e a natureza singular e inovadora dessa função na EaD, a pesquisa analisou a percepção do trabalho do OEA no âmbito da coordenação pedagógica dos cursos ofertados por um Instituto Federal a partir da percepção dos profissionais. Foi adotada a pesquisa qualitativa, por meioda realização de um estudo de caso, e os dados foram coletados a partir da entrevista semiestruturada e do grupo focal. Recorreu-se à ferramenta tecnológica Alceste para subsidiar a análise do conteúdo dos dados. Os resultados apontam que existe uma percepção positiva a respeito do trabalho do OEA na equipe multidisciplinar. Porém há insatisfações desse profissional quanto ao papel do pedagogo na EaD, o que implica a limitação do trabalho pedagógico a uma atividade técnica. A insatisfação do OEA se dá, principalmente, pela falta de clareza do papel dele por parte da equipe diretiva da EaD, pela limitação das atividades deste ao nível técnico-operacional, pela percepção de que a gestão almeja um profissional com formação em pedagogia e design instrucional.

Referências

ALMEIDA, L. R. DE A.; PLACCO, V. M. N. S. O papel do coordenador pedagógico, 2011. Disponível em: http://www.revistaeducacao.com.br/o-papel-do-coordenador-pedagogico/ Acesso em 12 jan. 2019.
ALVES, J. R. M. A história da EAD no Brasil. In Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson, 2009.
AZEVEDO, A. S.; SILVA, L. S. L.; ALVEZ, M. S. Uma análise da visão dos professores sobre o papel do coordenador pedagógico. In Gestão Pedagógica em Foco: percepção de educadores e educandos da EaD sobre a realidade educacional. Fortaleza - CE: Imprece, 2014.
BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.
BEHAR, P. A. Modelos Pedagógicos em Educação a Distância. São Paulo: Artmed, 2009.
BELLONI, M. L. Educação a distância. 7a ed. Campinas - SP: Autores Associados, 2015.
BRASIL. Diretrizes Curriculares para o Curso de Pedagogia, licenciatura. Resolução CNE/CP No 1, 1, 2006. Disponível em http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf Acesso em 14 ago. 2019.
CERNY, R. Z. Gestão pedagógica na educação a distância: análise de uma experiência na perspectiva da gestora. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP, 2009. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/24736 Acesso em 14 ago. 2019.
CLEMENTINO, A. Gestão Pedagógica De Cursos Em Ead Online. In 12 o Congresso Internacional de Educação a Distância da ABED (pp. 1–10). Florianópolis – SC, 2005. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2005/por/pdf/041tcc5.pdf Acesso em 14 ago. 2019.
COCCO, C. S. Gestão Pedagógica na Educação a Distância: abordagens e contribuições na fomação de professores de língua para atuar na EaD. Universidade Federal de Santa Maria, 2015. Disponível em: http://repositorio.ufsm.br/handle/1/10685 Acesso em 14 ago. 2019.
FILATRO, A. Design intrucional na prática. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2008.
FILHO, E. M.; REYNALDO, C. N. X. DE L.; VIEIRA, C. C. F. Caminhos para a Organização da Gestão: mapeamento de processos aplicado à Educação a distância no IFB. In 7o Congresso Brasileiro de Tecnologia Educacional da ABT 1o Seminário Brasileiro de Educação Profissional e Tecnológica - EAD da UEMG. Belo Horizonte - MG: Universidade do Estado de Minas Gerais, 2018. Disponível em: http://ead.uemg.br/7cbte/wp-content/uploads/2018/12/CO-Eixo-4-Políticas-Públicas-1.pdf Acesso em 10 abr. 2019.
LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? (12a ed.). São Paulo: Cortez, 2010.
ORSOLON, L. A. M. O coordenador/formador como um dos agentes de transformação da/na escola. In O coordenador pedagógico e o espaço da mudança. São Paulo: Loyola, 2007.
PLACCO, V. M. N. Formação e prática do educador e do orientador: confrontos e questionamentos. Campinas: Papirus, 1994.
PLACCO, V. M. N.; SILVA, S. H. A formação do professor: reflexoes, desafios, perspectivas. In O Coordenador pedagógico e a formação docente. São Paulo: Loyola, 2007.
PLACCO, V. M. N. S.; ALMEIDA, L. R. O coordenador pedagógico no confronto com o cotidiano da escola. São Paulo: Loyola, 2009.
PLACCO, V. M. N. S.; ALMEIDA, L. R.; SOUZA, V. L. T. O coordenador pedagógico (CP) e a formação de professores: intenções, tensões e contradições. Estudos e Pesquisas Educacionais, 2011. Disponível em: https://www.todospelaeducacao.org.br//arquivos/biblioteca/relatorio_final_coordenadores_pedagogicos.pdf Acesso em 14 mar. 2021.
SOUSA, A. F.; ANDRADE, J. A. L. O papel do coordenador pedagógico: uma identidade em construção. In: Gestão Pedagógica em Foco: percepção de educadores e educandos da EaD sobre a realidade educacional. Fortaleza - CE: Imprece, 2014.
SOUZA, V. L. T. O coordenador pedagógico e o atendimento à diversidade. In: O coordenador pedagógico e o cotidiano da escola. São Paulo: Loyola, 2008.
Publicado
2021-09-02
Seção
Artigos Originais