PRÁTICAS DE AVALIAÇÃO EM TEMPOS DE EXPERIÊNCIAS EDUCATIVAS EMERGENCIAIS

Das Dificuldades ao Planejamento

Palavras-chave: Avaliação da aprendizagem; educação remota; pandemia.

Resumo

Este artigo tem como norteador o entendimento que a avaliação da aprendizagem contribui para identificar áreas de melhoria na aprendizagem, em contexto presencial ou digital, e busca compreender como os professores têm avaliado a aprendizagem dos estudantes nas aulas remotas desenvolvidas durante a pandemia do novo coronavírus. Foram discutidas questões como: a) na avaliação da aprendizagem desenvolvida em contexto digital e a distância, somente a presença da tecnologia por si só não é suficiente; b) quando o assunto é o desenvolvimento de práticas avaliativas em ambientes digitais, há sempre uma preocupação com a segurança, zelando pela confiabilidade e pela credibilidade dos resultados. A discussão apresentada tem como objeto de análise as respostas de professores de um curso de psicologia de uma instituição privada de Minas Gerais, obtidas por meio de um formulário eletrônico enviado logo após a realização da primeira etapa de provas com vistas à aprimoração do processo avaliativo dos estudantes no primeiro semestre de 2020. Os dados revelaram que as dificuldades encontradas foram de ordem teórico-metodológica quanto à seleção de métodos, às técnicas, aos cronogramas, à prevenção de fraudes e à realização de uma avaliação inclusiva capaz de abranger critérios e objetivos que abarque todas as necessidades educativas especiais. Em qualquer caso, será necessário atender à adequação e à relevância dos instrumentos de avaliação, considerar a coleta e a análise de dados, o julgamento, a tomada de decisão e as informações às partes interessadas. What do you want to do ? New mailCopy

Biografia do Autor

Vanina Costa Dias Vanina Costa Dias, Faculdade Ciências da Vida
Doutora em Psicologia pelo PPG em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2015) com período de Doutorado Sanduíche na FCSH da Universidade Nova de Lisboa, PT. Pósdoutoranda em Psicologia no PPG em Psicologia da UFMG. Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2003). Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1988). Psicóloga e Diretora no Espaço Consultórios Terapêuticos Ltda desde 1990. É professora titular da Fundação Pedro Leopoldo, desde 1995, tendo lecionado em cursos de Licenciatura e atualmente no curso de Direito. Nessa instituição atuou também como Chefe do Departamento de Educação, Coordenadora do Núcleo de Estágio; Coordenadora do Curso Normal Superior; Coordenadora da Unidade de Apoio Psicopedagógico. Foi professora designada na Faculdade de Educação da UEMG onde atuou na graduação, na Pesquisa e na Pós Graduação (Psicopedagogia). Professora visitante na UNIBH, lecionando no curso de Pós Graduação em Psicopedagogia.Professora. Atualmente está como Coordenadora e professora no Curso de Psicologia da Faculdade Ciências da Vida - Sete Lagoas/MG Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Intervenção Terapêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: inclusão, infância e adolescência, problemas sociais, intervenção familiar, avaliação psicológica, cultura digital. New mailCopy
Ione Rodrigues, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gereais - CEFET/MG
    What do you want to do ? New mailCopy   What do you want to do ? New mailCopy

Referências

ALMEIDA, Maria Elizabeth B. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e pesquisa, v. 29, n. 2, 2003.
ANDERSON, Terry. Educação a distância de emergência. 2020. Disponível em https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia/post/educa%C3%A7%C3%A3o-a-dist%C3%A2ncia-de-emerg%C3%AAncia-terry-anderson Acesso em 03 de julh.2020
ARETIO, Lorenzo García. Bosque semántico: ¿educación/enseñanza/aprendizaje a distancia, virtual, en línea, digital, eLearning? RIED. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, v. 23, n. 1, p. 9-28, 2020. Disponível em : http://revistas.uned.es/index.php/ried/article/view/25495. Acesso em: 30 jun. 2020.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MANTENEDORAS DE ENSINO SUPERIOR. O número de calouros em cursos superiores a distância vai superar o de presenciais já no ano que vem. Notícias. 10/02/2020 Disponivel em https://abmes.org.br/noticias/detalhe/3817/o-numero-de-calouros-em-cursos-superiores-a-distancia-vai-superar-o-de-presenciais-ja-no-ano-que-vem Acesso em 20.jun.2020.
BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições, v. 70, n. 3, 2007.
BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer 05/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília abril/ 2020 Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=145011-pcp005-20&category_slug=marco-2020-pdf&Itemid=30192 . Acesso em: 29 jun 2020
BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Corona vírus - COVID-19. Brasília, DF: MEC, 2020. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376 Acesso em: 25 jun. 2020.
BRASIL. Decreto 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o artigo 80 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 20 dez. 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Decreto/D5622.htm Acesso em
CABRAL, Pedro; PINTO, Carmos T. Reconhecer os contextos e cenários possíveis de EaD, 2020. Disponível em: https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia. Acesso em 02 de julh.2020
CORELLL, A. et al. Guia de recomendações para a avaliação online nas Universidades Públicas de Castela e Leão. Versão 1.1 . 2020. Disponível em : https://repositorio.grial.eu/bitstream/grial/2013/1/20200501%20-%20Recomendaciones%20evaluacio%CC%81n%20online%20para%20las%20Universidades%20Pu%CC%81blicas%20de%20Castilla%20y%20Leo%CC%81n%20V1.1.pdf Acesso em 20 de jun. 2020.
FARELL, Orna. Out of intense complexities, intense simplicities emerge.: Assessment and the pivot online.2020. Disponível em https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia/post/out-of-intense-complexities-intense-simplicities-emerge-assessment-and-the-pivot-online. Acesso em 26 de jun. 2020.
FERNANDES, Domingos. Para uma teoria da avaliação formativa. Revista portuguesa de educação, v. 19, n. 2, 2006.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2000.
GARCÍA-PEÑALVO, Francisco J. Avaliação online: a tempestade perfeita. 2020. Disponível em: https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia/post/evaluaci%C3%B3n-online-la-tormenta-perfecta Acesso em 26 de jun. 2020.
GARRISON, D. Randy; ANDERSON, Terry; ARCHER, Walter. Uma teoria da investigação crítica na educação a distância on-line. Manual de educação a distância. V. 1. 2003.
HAYDT, R. C. Funções, modalidades e propósitos da avaliação. Avaliação do processo ensino-aprendizagem. São Paulo: Ática. 2002.
HOFFMANN, Jussara. Avaliação mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Mediação, 2006.
LITTO, Fredric M. Aprendizagem a distância. Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2011.
LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e recriando a prática. In: Avaliação da aprendizagem na escola: reelaborando conceitos e recriando a prática. Salvador: Malabares. 2 ed. 2005.
LUCKESI, Cipriano Carlos. Componente do ato pedagógico. São Paulo: Cortez, 2011.
MATAR, O que estamos aprendendo sobre Educação a Distância durante a pandemia do Covid-19.2020 Disponível em: https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia/post/o-que-estamos-aprendendo-sobre-educa%C3%A7%C3%A3o-a-dist%C3%A2ncia-durante-a-pandemia-do-covid-19 Acesso em jun. de 2020
MOTA, José. A pedagogia no ensino online.2020. Disponível em: https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia/post/a-pedagogia-no-ensino-online. Acesso em: 15 de jul. 2020.
ROMISZOWSKI, Hermelina Pastor. Referenciais de qualidade no design instrucional. Revista ABED, v. 9, 2011.
TU. Delft. How to make your assessment remote. 2020. Disponível em: https://brightspace-support.tudelft.nl/remote-assessment. Acesso em :09 de jul. de 2020.
ZAPATA, Migues Ros. La evaluación en la Universidad con la suspensión de las actividades en el aula (III): El caso del curso "Diseño instruccional" de la Universidad de Alcalá. 2020 Disponível em : https://eagoraead.wixsite.com/ensinaradistancia/post/la-evaluaci%C3%B3n-en-la-universidad-con-la-suspensi%C3%B3n-de-las-actividades-en-el-aula-iii. Acesso em 20 de ju.2020.
ZAPATA-ROS, Miguel. MOOC’s, uma visão crítica e uma alternativa complementar: A individualização da aprendizagem e da ajuda pedagógica. 2013. Disponível em http://eprints.rclis.org/18658/ Acesso em 20 de jul. 2020
Publicado
2021-03-29
Seção
Artigos Originais