AVALIAÇÃO DE WEBCONFERÊNCIAS POR ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA

  • Cássio Rosse Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz)
  • Georgianna Silva dos Santos
  • Maria de Fátima Alves de Oliveira
Palavras-chave: Webconferências, Ensino Superior, Ensino a distância

Resumo

A Educação a Distância (EaD) é uma modalidade de ensino que vem ganhando mais espaço na educação superior brasileira. Com o advento de novas tecnologias da informação e comunicação, o uso de ferramentas como a webconferência, vem ganhando destaque na Tecnologia Educacional, pois possibilita uma comunicação em tempo real. Neste caminho, este trabalho objetiva avaliar a percepção de acadêmicos de um curso de Licenciatura em Ciências Biológicas semipresencial, a respeito do uso de webconferências em uma disciplina de primeiro período do curso. Participaram da pesquisa 207 estudantes que responderam a um questionário on-line após as sessões de webconferências da disciplina. As respostas foram analisadas segundo o processo de tematização proposto por Fontoura (2011). Segundo a percepção dos estudantes, as webconferências representam um recurso fundamental para sanar suas dúvidas, possibilitando maior compreensão dos conteúdos estudados. Apesar da característica marcante da sincronissidade, boa parte dos estudantes sugeriram que as webconferências pudessem ser gravadas e o material pudesse ser acessado em outros momentos e oportunidades. Há também forte demanda que outros cursos e disciplinas façam uso regular desse recurso, sugerindo que a ferramenta seja inserida e sistematizada no âmbito do Ensino Superior à Distância.

Referências

ALVES, L. Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 10, n. 21, 2011.
CNE — CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Texto orientador para a audiência pública sobre Educação a Distância. Brasília – DF: Comissão da Câmara de Educação Superior. Outubro de 2014.
CARLOS, R. B.; JUNIOR, A. C. P. S.; ALENCAR, A. F.; FONTES, T. S. A webconferência pelo olhar dos acadêmicos dos cursos de bacharelado a distância. TICs & EaD em Foco, v. 6, n. 1, 2020.
COSTA, M. A. F.; COSTA, M. DE F. B. Metodologia da pesquisa: conceitos e técnicas. 2ª ed. Rio de Janeiro: [s.n.], 2009.
COSTA, M. L. F; KNUPPEL, M. A. C. As representações sociais do trabalho do tutor presencial: limites e possibilidades. Educar em Revista, n. 14, 2014.
DOTTA, S.; OLIVEIRA, C. A.; AGUIAR, P. H. L.; JORGE, E. F. C. A mediação em aulas virtuais síncronas via webconferência. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 22, n.1, 2014.
FERREIRA, A, O.; LIMA, C, A.; HORNINK, G, G. O ensino-aprendizagem online de Bioquímica e as ferramentas de mediação. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 12, n. 1, 2014.
FONTOURA, H. A. Tematização como proposta de análise de dados na pesquisa qualitativa. In: Fontoura H. A (Org.). Formação de professores e diversidades culturais: múltiplos olhares em pesquisa. Niterói: Intertexto, 2011.
GARONCE, F. V. Os papéis docentes nas situações de webconferência – um estudo de caso acerca da ação educativa presencial conectada. Tese de Doutorado. Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília/UnB, 2009.
GARONCE, F.; SANTOS, G. L. Transposição midiática: da sala de aula convencional para a presencial conectada. Educação & Sociedade, v. 33, n. 121, 2012.
LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2ª edição. São Paulo: EPU. 2013.
MARTINS, N. H. DA S. P. et al. Perfil de Uso das Ferramentas de Internet por Alunosde Licenciatura em Biologia na Modalidade Semipresencial. EaD em foco, v. 5, n. 1, 2015.
MARTINS, A. S. R.; QUINTANA, A. C.; QUINTANA, C. G. O uso da webconferência na disseminação e avaliação do conhecimento em EaD: relato de experiência. Revista Paidéi@ - Revista Científica de Educação a Distância, v. 12, n. 21, 2020.
MATTAR, J. Web 2.0 e redes sociais na educação a distância: cases no Brasil. Revista digital La Educ@cion, n.145, 2011.
NETTO, C; GUIDOTTI, V; DOS SANTOS, P, K. A Evasão na EaD: investigando causas, propondo estratégias. Conferência Latinoameriana sobre Abandono em la Educación Superior. Porto Alegre, 2017.
OLIVEIRA, F. A.; DOS SANTOS, A. M. S. Construção do Conhecimento na Educação a Distância: Descortinando as Potencialidades da EaD no Brasil. EaD em Foco, v. 10, n.1, 2020.
OLIVEIRA, S. S.; WEBER, A. L.; FLORIANI, J. R. Graduação em tempo de pandemia: aulas por videoconferência e a percepção dos acadêmicos. Revista Paidéi@ - Revista Científica de Educação a Distância, v. 13, n. 23, 2021.
PEREIRA, E. G.; OLIVEIRA, L, R. TIC na Educação: desafios e conflitos versus potencialidades pedagógicas com a WEB 2.0. Segunda Conferência Ibérica em Inovação na Educação com TIC. Bragança, Portugal. 2012.
RODRIGUES, I. A. N; DIAS, V. C. Práticas de avaliação em tempos de experiências educativas emergenciais: das dificuldades ao planejamento. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v.20, n.1, 2021.
SCARPA, D. O papel da argumentação no Ensino de Ciências: lições de um Workshop. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 17, 2015.
Publicado
2022-01-20
Seção
Artigos Originais