Educação a Distância nos Cursos de Graduação em Odontologia no Brasil

Fernanda Rosiak Gonzaga Faleiro, Blanca Martín Salvago

Resumo


Com o objetivo de analisar de que maneira a educação a distância (EaD) tem contribuído na formação acadêmica dos cirurgiões dentistas no Brasil, foi realizada uma revisão bibliográfica narrativa utilizando Descritores em Ciências da Saúde e também alguns descritores não oficiais. A busca por publicações científicas ocorreu nas bases de dados SciELO, LILACS, Google Acadêmico e BBO. Foram consultadas publicações dos últimos 10 anos. Os resultados mostraram que a EaD tem sido utilizada como recurso complementar no ensino acadêmico na odontologia. Foram encontrados relatos de estudos que comparam estratégias de ensino a distância com a modalidade tradicional presencial, buscando conhecer de que forma as tecnologias de informação e comunicação podem auxiliar o processo ensino-aprendizagem no meio acadêmico neste terceiro milênio. O paradigma do uso da EaD em cursos tradicionais como a odontologia vem sendo aos poucos alterado, contemplando novos modos de ensinar e aprender. Numa perspectiva contemporânea, a aproximação entre os ensinos presencial e virtual é uma possibilidade de estimular o aluno ao aprendizado e à sua autonomia diante da sociedade da informação.

Palavras-chave


Odontologia; Educação a distância; Tecnologia educacional; Internet.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, C.J.F. Impacto das novas tecnologias de informação e comunicação, através do blended learning, aplicados aos graduandos em Odontopediatria. 2012. 106p. Tese. Doutorado em Ciências Odontológicas. Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia. São Paulo.

ALMEIDA, M.E.B. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambiente digitais de aprendizagem. Educação e Pesquisa, v. 29, n.2, p. 327-340, jul./dez. 2003.

ALMEIDA, M.E.B.; ALMEIDA, N.M.P. Educação a distância na formação de trabalhadores: registro, documentação e acompanhamento. In: TRINDADE, M. A. B. (Org.). As tecnologias da informação e comunicação (TIC) no desenvolvimento profissional de trabalhadores do SUS. São Paulo: Instituto de Saúde, 2011. p. 61-82.

ALVES, J. R. M. A história da EaD no Brasil. In: LITTO, F.M.; FORMIGA, M.M.M. (orgs). Educação a distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. p. 9-13.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (ABED). Censo EaD. BR: Relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2012. Curitiba: Ibpex, 2013.204p.

______. Censo EaD. BR: Relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2015. Curitiba: InterSaberes, 2016.168p.

BELLONI, M.L. Educação a distância. 5. ed. São Paulo: Autores Associados, 2009. 115p.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES 3, de 19 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. Disponível em:< http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES032002.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2017.

______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 9.394, 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

______. Ministério da Educação. Portaria nº4059, de 10 de dezembro de 2004. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005b. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

CHAVES, E.P.S.; ANDREOLI, C.R. Qual o impacto do conhecimento de informática no desempenho acadêmico dos alunos de EaD? Revista de Administração IMED, v.3, n.2, p. 120-131. 2013.

CRUZ, A.D.; COSTA, J.J. e ALMEIDA, S.M. Distance learning in dental radiology: immediate impact of the implementation. Braz Dent Sci, v.17, n.4, p. 90-97, oct/dec, 2014. Disponível em:< http://ojs.fosjc.unesp.br/index.php/cob/article/view/930/903>. Acesso em: 5 jan. 2017.

CUNHA, F.S. et al. Proposta de uma nova abordagem pedagógica para a Disciplina de Informática aplicada à Odontologia. Revista da ABENO, v.5, n.2, p.102-8, 2005. Disponível em: < http://abeno.org.br/ckfinder/userfiles/files/revista-abeno-2005-2.pdf>. Acesso em: 5 jan. 2017.

CUNHA-ARAÚJO et al. Avaliação da percepção dos alunos da disciplina de endodontia sobre o uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle). Uso do questionário de auto-avaliação COLLES. Revista da ABENO, v.12, n.2, p. 163-9, 2012. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

DOTTA, E.A.V.; GARCIA, P.P.N.S. e CANDIDO, L.M. Elaboração de um curso interativo voltado ao aprendizado de um sistema aplicativo em Odontologia, utilizando a plataforma Moodle. Rev. Odontol. Univ. Cid. São Paulo, v.24, n. 1, p. 6-14, jan/abr. 2012. Disponível em: < http://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/126002/ISSN1983-5183-2012-24-01-06-14.pdf?sequence=1>. Acesso em: 5 jan. 2017.

ESPEJO-TRUNG, L.C.; YOUSSEF, M.N.; LUZ, M.A.A.C. Desenvolvimento de um sistema complementar de educação à distância em Dentística Operatória. Rev ABED, v.9, 2010. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2017.

FALEIRO, F.R.G. Educação a distância na formação dos técnicos de nível médio em saúde: percepção dos diretores das Escolas Técnicas do SUS. 2015. 121f. Dissertação. Mestrado em Saúde Coletiva. Universidade Federal de Goiás. Goiânia.

FARIAS, G. O tripé regulador da EAD no Brasil: LDB, Portaria dos 20% e Decreto 5.622/2005. In: SILVA, M. (Org.). Educação online: teorias, práticas, legislação e formação corporativa. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2006, p. 441-448.

FERREIRA, J.M. Mediação pedagógica na educação a distância: possibilidades das contribuições da abordagem de Reuven Feuerstein. 2010. 218f. Dissertação. Mestrado em Psicologia Aplicada. Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia.

GRANDO, A.M. et al. Percebendo uma ferramenta de ensino a distância na formação em saúde em uma faculdade de odontologia do sul Brasil. Sau. & Transf. Soc., v.7, n.2, p.41.-50, 2016.

LAVEZ, G.P.; LINO-JR, H.; SILVA, R.H.A. O uso da Teleodontologia no ensino de Odontologia Legal: relato de experiência. Revista da ABENO, v.15, n.2, p. 95-104, 2015. Disponível em:< https://revabeno.emnuvens.com.br/revabeno/article/view/162/159 >. Acesso em: 20 mar. 2017.

LEMGRUBER, M.S. Educação a Distância: para além dos caixas eletrônicos. (s/d). Disponível em: . Acesso em 20 jan 2017.

LEMOS, E.M. Ensino-aprendizagem em Endodontia: aplicação de hipermídia e o uso da internet como facilitadores do processo. 2010. 79 p. Tese. Doutorado em Ciências Odontológicas. Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia. São Paulo.

LESSA, S.C.F. Os reflexos da legislação de educação a distância no Brasil. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v.10. 2011. Disponível em: . Acesso em 20 jan. 2017.

MACEDO, M.C.S. et al. Aplicação de fórum online no suporte ao ensino presencial como estímulo ao aprendizado colaborativo voluntário. Revista da ABENO, v.8, n.1, p. 47-8, 2008. Disponível em:< http://abeno.org.br/ckfinder/userfiles/files/revista-abeno-2005-2.pdf>. Acesso em: 5 jan. 2017.

MOORE, M.G. e KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. (tradução Roberto Galman). São Paulo: Thomas Learning, 2007. 398p.

MORAN, J.M. Propostas de mudança nos cursos presenciais com a educação “on line”. Revista da ABENO, v.5, n.1, p. 40-45. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

MORITA, M.C.; HADDAD, A.E.; ARAÚJO, M.E. Perfil atual e tendências do cirurgião-dentista brasileiro. Maringá: Dental Press, 2010. 96p.

NORO, L.R.A. O professor (ainda) no centro do processo ensino-aprendizagem em Odontologia. Revista da ABENO, v.15, n.1, p. 2-11, 2015. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

PAULA, K.C.; FERNEDA, E.; CAMPOS FILHO, M.P. Elementos para implantação de cursos à distância. Colabor@ Revista Digital da CVA-Ricesu, v.2, n.7, maio. 2004. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2017.

PEIXOTO, R.T.R.C., et al. O emprego das tecnologias de informação e comunicação no ensino superior: relato de experiências sobre a oficina “modelo híbrido de ensino”. Rev. Docência Ens. Sup., v. 5, n. 1, p. 183-204, abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

PRADO, E. C. do; ROSA, A. C. S. da. A interatividade na educação a distância: avanços e desafios. EccoS, São Paulo, v. 10, n. 1, p. 169-187, jan./jun. 2008.

SALES, L.N.P. et al. Educação à distância e o uso da tecnologia da informação para o ensino em odontologia: a percepção discente. Revista da ABENO, v.12, n.2, p. 227-32. Disponível em: < https://revabeno.emnuvens.com.br/revabeno/article/view/128/119>. Acesso em: 5 jan. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.17143/rbaad.v17i2.45

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Fontes de Indexação:

 

© Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância
Brazilian Review of Open and Distance Learning Rua Vergueiro, 875 - 12º andar, conjuntos 123/124
Liberdade - CEP 01504-000 - São Paulo - Brasil
Tel: (55) 11 3275-3561 / Fax: (55) 11 3275-3724
rbaad@abed.org.br