Reconhecendo presença social em curso a distância de capacitação docente para educação mediada por tecnologia

  • Alessandra Fracaroli Perez Universidade de Ribeirão Preto.
  • Dyjalma Antonio Bassoli Universidade de Ribeirão Preto.
  • Edson Walmir Cazarini Universidade de São Paulo.
  • José Dutra de Oliveira Neto Universidade de São Paulo.
Palavras-chave: presença social, educa- ção a distância, capacitação docente, fórum.

Resumo

Este artigo visa pesquisar características da presença social em um curso de capacitação docente, na modalidade a distância. Quatro instâncias de avaliação foram realizadas, por pesquisa online, ao final da primeira etapa do curso: atuação pessoal, conteúdos, experiências de aprendizagem e aprendizagem em rede. Com o resultado, observou-se que, além de reconhecer as características da presença social no processo estabelecido, os estudantes da capacitação docente avaliaram positivamente a experiência de se apresentar no processo partindo do papel discente. Como referencia para realizar esta análise, foi utilizada a Matriz Padrão de escala da presença social, desenvolvida por Kim (2011). Conclui-se que a presença social é um fator importante para entender a percepção do aluno sobre a sua aprendizagem e satisfação com o curso, nesta modalidade de ensino, sendo um norteador de novas ações no planejamento da disciplina ou do curso.

Referências

ALMEIDA, M. E. B. Educação a distância na Internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 29, n. 2, p. 327-340, dez. 2003.

BELLONI, M. L. Educação a distância. Campinas: Autores Associados, 2001.

GARRISON, D. R.; ANDERSON, T.; ARCHER, W. Critical Inquiry in a Text-Based Environment: Computer Conferencing in Higher Education. The Internet and Higher Education, v. 2, p. 1-19, 2000.

GUNAWARDENA, C. N. Social Presence Theory and Implications for Interactive and Collaborative Learning in Computer Conferences. International Journal of Educational Telecommunications, Charlottesville, v. 1, n. 2/3, p. 147-166, 1995.

GUNAWARDENA, C. N.; ZITTLE, F. J. Social Presence as a Predictor of Satisfaction within a Computer-Mediated Conferencing Environment. The American Journal of Distance Education, v. 11(3), p. 8-26, 1997.

KIM, J. Developing an Instrument to Measure Social Presence in Distance Higher Education. British Journal of Educational Technology, Londres, v. 42, n. 5, p. 763-777, 2011.

[Moran, 2002] MORAN, J. M. O que é um bom curso a distância? Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/bom_curso.htm>. Acesso em: 8 jul. 2012.

[MORAN, 2003] MORAN, J. M. O que é Educação a Distância. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/dist.htm>. Acesso em: 8 jul. 2012.

[MORAN, 2006] MORAN, J. M. Propostas de mudanças nos cursos presenciais com a educação on-line. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 11., 2004, Salvador. Anais... Salvador: Abed, 2004. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/educacao_online/propostas.pdf>. Acesso em: 5 set. 2014.

PALLOFF, R. M.; PRATT, K. O aluno virtual: um guia para trabalhar com estudantes on-line. Porto Alegre: Artmed, 2004.

ROURKE, L.; ANDERSON, T.; GARRISON, D. R.; ARCHER, W. Assessing Social Presence in Asynchronous, Text-Based Computer Conferencing. Journal of Distance Education, v. 14, n. 2, p. 50-71, 1999.

SHIH, L.; SWAN, K. Fostering social presence in asynchronous online class discussions. In: CONFERENCE ON COMPUTER SUPPORT FOR COLLABORATIVE LEARNING, 6., 2005, Taipei. Annals… Taipei: International Society of the Learning Sciences, 2005. p. 602-606.

SHORT, J.; WILLIAMS, E.; CHRISTIE, B. The Social Psychology of Telecommunications. London: John Wiley & Sons, 1976.

VIGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Tradução de José Cipolla Neto. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Publicado
2014-05-24
Seção
Artigos