Mídia Educativa, Treinamento e Educação a Distância: Quase um manifesto

  • Samuel Pfromm Netto Professor (aposentado) do Instituto de Psicologia da USP, dirige em São Paulo a PNA - Pfromm Netto & Associados, <pna@pna.com.br>. Dedica-se ao ensino e ao treinamento a distância e presenciais, tendo liderado programas e iniciativas no âmbito do emprego do cinema, rádio, tevê, computador e materiais impressos para fins de aprendizagem e ensino. Presidiu a Funtevê do MEC (hoje Fundação Roquette Pinto) em 1983-84 e foi o responsável pelo setor de programas educativos da TV Cultura/Fundação Padre Anchieta de São Paulo (1972-75), tendo participado ativamente dos esforços que redundaram na introdução do ensino por meio de computadores no Brasil. Com mais de 40 livros publicados, pertence à Academia Paulista de Psicologia e à Academia Paulista de Educação
Palavras-chave: Educação a distância

Resumo

Este pequeno artigo é apresentado para introduzir o tema "Design Instrucional para Educação à Distância" que está sendo explorado nas atuais edições da Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. Foi escrito para provocar reações e levantar questões que devem ser consideradas nos outros artigos da série e também debatidos pelos leitores.

Referências

Dills, C. R. e Romiszowski, A. J., ed. 1997. Instructional development paradigms. Englewood Cliffs: Educational Technology Publications.

Jonassen, P. H., ed. 1996. Handbook of research for educational communications and technology. New York: Macmillan.

Pfromm Netto, S. 1977. Tecnologia da educação e comunicação de massa. São Paulo: Pioneira.

Pfromm Netto, S. 1987. Psicologia da aprendizagem e do ensino. São Paulo: EPU/EDUSP.

Pfromm Netto, S. 2001. Telas que ensinam - Mídia e aprendizagem: do cinema ao computador. Campinas: Alínea.

Salas, E. e Cannon-Bowers, J. A. 2001. The Science of Training: a decade of progress. Annual Review of Psychology, 52, 471-499.

Publicado
2008-05-24
Edição
Seção
Artigos