INTEGRAÇÃO DE TECNOLOGIAS NO ENSINO DE QUÍMICA — ESTUDO DE CASO EM UMA DISCIPLINA DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EAD

Palavras-chave: Ensino a Distância, Formação Docente, Ensino de Química, TPACK

Resumo

Integrar tecnologia no ensino é parte das atribuições docentes na atualidade. Interagir com ferramentas tecnológicas de forma confortável e segura é uma necessidade que demanda integração de diferentes bases de conhecimento. Neste artigo apresenta-se uma avaliação da integração tecnológica, segundo o modelo teórico Technological Pedagogical Content Knowledge – TPACK (Conhecimento Tecnológico Pedagógico do Conteúdo – CTPC) das Unidades de Aprendizagem de uma disciplina de Química Geral ofertada na modalidade Ensino a Distância semipresencial em um curso de Licenciatura em Ciências Biológicas utilizando uma rubrica de avaliação da integração TPACK. Identificou-se que a disciplina apresenta forte integração tecnológica, pedagógica do conteúdo, porém não exemplar. Além disso verificou-se que suas unidades de aprendizagem possuíam características prioritariamente distributivas e interativas, com pouco espaço para colaboração. Os resultados obtidos com esta pesquisa são relevantes para o desenvolvimento de instrumentos e estratégias de formação docente para o uso de tecnologias em disciplinas de cursos à distância.

Biografia do Autor

CAMPOS, M. L. G., Fundação Oswaldo Cruz
Doutoranda do Programa Stricto Sensu em Ensino em Biociências e Saúde - Laboratório de Avaliação em Ensino e Filosofia das Biociências - Instituto Oswaldo Cruz - Fiocruz. Mestre em Química Analítica - UFRJ. Especialista em Planejamento Implementação e Gestão em EaD - UFF. Graduada em Licenciatura e Bacharel em Química (modalidade Tecnológica) - Unigranrio. Atuando na Coordenação dos Cursos de Capacitação da Plataforma Moodle/Cederj - Departamento de Mídias Digitais Fundação Cecierj, Mediadora Pedagógica à Distância - Cederj no curso de Licenciatura em Ciências Biológicas . Na SEEDUC-RJ atua na Diretoria Regional Pedagógica - Coordenadoria de Avaliação e Acompanhamento. No IOC/Fiocruz atua como Designer Instrucional na construção de salas de aulas virtuais e formação docente. Na EaD possui experiências em Design Instrucional, Videoconferência, Produção de Materiais Didáticos, Elaboração de Tutoriais, Construção de salas de aulas virtuais e Administração do ambiente Moodle. Experiência em Química na área de Eletroquímica - tratamento de superfície e Química analítica.

Referências

ALVES, N. et al. Influência da tutoria na participação dos alunos em um fórum de discussão on-line. EaD em Foco, v. 5, n. 1, 2015.
ARETIO, L. G. La Educación a distancia: de la teoría a la práctica. Barcelona: Ariel, 2002.
BARRETO, C. C., et al. Planejamento e elaboração de material didático impresso para educação a distância. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2007.
BARROS, D. M. V. Metodologia em ead: estilos de uso do espaço virtual como perspetiva pedagógica para o design. CAMINE: Caminhos da Educação= Camine: Ways of Education, v. 10, n. 2, p. 116-141, 2018.
CAMPOS, M., et al. "A Webconferência como Ferramenta de Apoio à Tutoria nos Cursos da Graduação CEDERJ – Uma Avaliação sobre o Programa de Capacitação e Difusão de Uso", Ead em Foco, v. 5, n. 1, p. 201–211, 2015.
CASSIANO, K. M., et al. "Distribuição espacial dos polos regionais do Cederj: Uma análise estatística", Ensaio, v. 24, n. 90, p. 82–108, 2016. DOI: 10.1590/S0104-40362016000100004.
CENSO.EAD.BR. Censo EAD.BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2018 = Censo EAD.BR: analytic report of distance learning in Brazil 2018 [livro eletrônico] /[organização] ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância. Camila Rosa (tradutora). [S.l: s.n.], 2019.
CHAGAS, P. Olimpíadas de química e representações sociais: um estudo de caso na visão de seus coordenadores. EDUCTE: Revista Científica do Instituto Federal de Alagoas, v. 11, n. 1, p. 1477-1499, 2020.
COSTA, A. A. F.; SOUZA, J. R. Obstáculos no processo de ensino e de aprendizagem de cálculo estequiométrico. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, v. 10, n. 19, p. 106-116, 2013.
COSTAS, J. M. M. Contribuição das tecnologias para a transformação da educação-uma entrevista de José Manuel Moran Costas para a RCC. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, v. 5, n. 3, p. 8-10, 2018.
DENG, Feng et al. Examining the validity of the technological pedagogical content knowledge (TPACK) framework for preservice chemistry teachers. Australasian Journal of Educational Technology, v. 33, n. 3, 2017
DUARTE, E. C. C. "A Importância da Afetividade Durante as Interações em Disciplinas Online", Ead Em Foco, v. 9, n. 1, p. 1–14, 2019. DOI: 10.18264/ead f. v9i1.796.
FILATRO, A. Design instrucional contextualizado. São Paulo: Pearson Education do Brasil 2008.
FONSECA, S. M.; MATTAR, J. Metodologias ativas aplicas à educação a distância: revisão da literatura. Revista EDaPECI, v. 17, n. 2, p. 185-197, 2017.
GARRISON, D. R. ANDERSON, T.; ARCHER, W. Critical inquiry in a text-based environment: Computer conferencing in higher education. The internet and higher education, v. 2, n. 2-3, p. 87-105, 1999.
HARRIS, J. B.; GRANDGENETT, N.; HOFER, M. Testing a TPACK-based technology integration assessment rubric. In: Society for Information Technology & Teacher Education International Conference. Association for the Advancement of Computing in Education (AACE), 2010. p. 3833-3840.
HARRIS, J. B., HOFER, M. J. "Technological Pedagogical Content Knowledge (TPACK) in Action: A Descriptive Study of Secondary Teachers’ Curriculum-Based, Technology-Related Instructional Planning v. 43, n. 3, p. 211–229, 2011.
HOWLAND, J. L., JONASSEN, D. H., MARRA, R. M. "Goal of Technology Integrations: Meaningful Learning", Meaningful Learning with Technology, p. 1–19, 2012.
KOEHLER, M. J., MISHRA, P. "What happens when teachers design educational technology? the development of Technological Pedagogical Content Knowledge", Journal of Educational Computing Research, v. 32, n. 2, p. 131–152, jul. 2005.
KOEHLER, M. J.; MISHRA, P.; CAIN, W. What is technological pedagogical content knowledge (TPACK)? Journal of education, v. 193, n. 3, p. 13-19, 2013.
KOPCHA, T. J. et al. Examining the TPACK framework through the convergent and discriminant validity of two measures. Computers & Education, v. 78, p. 87-96, 2014.
LABRADA, M. A. F., et al. Simulador expositivo: su empleo en las clases teóricas presenciales de química. Revista Órbita Pedagógica. ISSN 2409-0131, v. 7, n. 1, p. 111-130, 2020.
LEITE, M. T. M. "O ambiente virtual de aprendizagem Moodle na prática docente: conteúdos pedagógicos", Unifesp, p. 25, 2006.
MEDEIROS, R., UFAM, L. "Interatividade na Educação a Distância", p. 1–7, 2006.
MISHRA, P., KOEHLER, M. J. Technological pedagogical content knowledge: A framework for teacher knowledge, Teachers College Record, v. 108, n. 6, p. 1017–1054, 2006.
MOONEY, A. Technology integration and online professional development for k-12 educators in the education unit. 2016. Tese de Doutorado. University of Delaware.
MOORE, M. G. KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada [tradução Roberto Galman]. -- São Paulo. Cengage Learning, 2008.
MORAIS, C.; PAIVA, J. C. Uma experiência de concepção e utilização de vídeos para introduzir o estudo da Química no ensino básico. RIBIE. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2004.
NASCIMENTO, F. Do, FERNANDES, H. L., MENDONÇA, V. M. De. "O ensino de ciências no Brasil: história, formação de professores e desafios atuais", Revista HISTEDBR On-line, v. 44, p. 114–130, 2010.
ORTH, J. et al. Tecnologias da informação e da comunicação e formação e prática de professores. Pelotas: Ed. UFPel, 2018.
PALLOFF, R. M.; PRATT, K. Building online learning communities: Effective strategies for the virtual classroom. John Wiley & Sons, 2007.
PASSOS, M. L. S. Educação a distância no Brasil: breve histórico e contribuições da Universidade Aberta do Brasil e da Rede e-Tec Brasil. Vitória: Edição Própria, 2018.
PAVANELO, E. et al. Contribuições para Preparação do Professor na Educação a Distância. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 17, n. 1, 2018.
PEREIRA, M. A. A Importância do Ensino de Ciências: Aprendizagem Significativa na Superação do Fracasso Escolar. Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE– 2008), SEED, Estado do Paraná., 2008.
REZENDE, F. As novas tecnologias na prática pedagógica sob a perspectiva construtivista. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), v. 2, p. 70-87, 2000.
ROCHA, J. Silva; VASCONCELOS, T. C. Dificuldades de aprendizagem no ensino de química: algumas reflexões. XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química, v. 18, 2016.
ROLANDO, L. G. R., LUZ, M. R. M. P., SALVADOR, D. F. "O Conhecimento Tecnológico Pedagógico do Conteúdo no Contexto Lusófono: uma revisão sistemática da literatura", Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 23, n. 03, p. 174, 2015.
SALGADO, M. U. Características de um bom material impresso para a educação a distância. Ministério da Educação, Brasília, Revista Salto para o Futuro, 2005.
SALVADOR, D. F., RIBEIRO, R. F., RIBEIRO, L. G. "Colaborar para aprender e avaliar para formar: Um relato de experiência na formação continuada de professores de biologia", Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 11, 2012.
SALVADOR, D. F. et al. Comunidade virtual de aprendizagem para professores de Biologia – avaliação da utilização e desafios. Revista Electrónica de Investigación En Educación En Ciencias, 12(1), 12–22. 2017
SAMPAIO, A D., COUTINHO, C. P. O professor como construtor do currículo: integração da tecnologia em atividades de aprendizagem de matemática. Revista Brasileira de Educação, v. 20, p. 635-661, 2015.
SANCHES, L. R. J.; DOS SANTOS, A. C.; HARDAGH, C. C. Design instrucional do curso virtual formação de professores conteudistas para ead. CIET: EnPED, 2018.
SANTOS, A. F. Ensino de Estequiometria: uma proposta de formação continuada. 2019. (Dissertação de Mestrado Profissional) PPGECM, Uberlândia, MG
SANTOS, L. C.; DA SILVA, M. G. L. O estado da arte sobre estequiometria: dificuldades de aprendizagem e estratégias de ensino. Enseñanza de las ciencias: revista de investigación y experiencias didácticas, n. Extra, p. 3205-3210, 2013.
SARON, A.; AMARAL, C. L. C. O ensino de Química em um curso de Engenharia Ambiental do Senac–Estudo de caso no Centro Universitário Senac. Boletim Técnico do Senac, v. 42, n. 1, p. 48-69, 2016.
SHULMAN, L.S. Those who understand: Knowledge growth in teaching. Educational researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, 1986.
SILVA, C. S.; OLIVEIRA, L. A. A. Formação inicial de professores de química: formação específica e pedagógica. Ensino de Ciências e Matemática I: temas sobre a formação de professores. São Paulo: Cultura Acadêmica, p. 43-58, 2009.
SILVA, M. "Educação a distância (EaD) e educação online (EOL) nas reuniões do GT 16 da ANPEd (2000-2010)", Educação a distância (EaD) e educação online (EOL) nas reuniões do GT 16 da ANPEd (2000-2010), v. 13, n. 30, p. 24, 2012. DOI: 10.12957/teias.2012.24273.
SOUZA, A. H. S. Integrando tecnologias no ensino de ciências: como formar licenciandos para o século 21? (Dissertação de Mestrado). Fundação Oswaldo Cruz – Ensino em Biociências e Saúde - Rio de janeiro. 2018.
TRIPANI, G T A. A presença social, cognitiva e de ensino e a formatação de uma comunidade virtual de aprendizagem na disciplina Língua Espanhola de um curso de Letras. (Dissertação de Mestrado). Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, letras e ciências humanas. São Paulo. 2017
VALENTINI, C. B. SOARES, E. M. S. [Organizadoras] Aprendizagem em Ambientes Virtuais-Compartilhando Ideias e Construindo Cenários. 2020. Caxias do Sul, RS - EDUCS.
VOOGT, J. et al. Technological pedagogical content knowledge–a review of the literature. Journal of computer assisted learning, v. 29, n. 2, p. 109-121, 2013.
WU, Y. Research trends in technological pedagogical content knowledge (TPACK) research: A review of empirical studies published in selected journals from 2002 to 2011. British Journal of Educational Technology, v. 44, n. 3, 2013.
YIN, R. K. Estudo de Caso-: Planejamento e métodos. Bookman editora, 2015.
Publicado
2022-06-21
Seção
Artigos Originais