USO DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA EDUCAÇÃO EM ODONTOLOGIA NA PANDEMIA DO COVID-19

  • Dr. João Mattos Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Dra. Maria Berry Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Professor Daniel Telles Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Professora Maria Isabel Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Ensino à distância, Odontologia, Tecnologia de Informação e Comunicação, Educação Mediada por Tecnologia, Covid-19

Resumo

Os cursos de Odontologia que prioritariamente eram ministrados de forma presencial enfrentaram muitos desafios com o isolamento imposto pela pandemia do Covid-19. Um desses desafios foi adaptar o desenho do curso para um modelo virtual que garantisse o desenvolvimento das competências necessárias aos futuros profissionais. Nesse contexto, o objetivo desse artigo foi apresentar um relato de experiência sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação por uma instituição pública de ensino superior realizada no período de abril a dezembro de 2020. São descritos os procedimentos metodológicos e a utilização das ferramentas Moodle e Whereby adotadas. Também constam as reflexões sobre os recursos utilizados. A experiência é relatada a partir dos resultados de um checklist para monitoramento das disciplinas de graduação. Os resultados mostram que previamente a pandemia o sistema Moodle era pouco usado na faculdade e durante a pandemia o número de disciplinas que passaram a usar o sistema aumentou 64%. Dentre as possibilidades oferecidas, alguns professores utilizaram a plataforma Moodle apenas como repositório de materiais. Outros, além de disponibilizarem as vídeo-aulas também utilizaram ferramentas disponíveis no ambiente como fóruns, questionários, links externos e arquivos. Através das medidas realizadas observou-se que as plataformas funcionaram positivamente durante o ensino remoto em Odontologia na XX.

Biografia do Autor

Dr. João Mattos , Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Graduado em Odontologia pela Universidade Vale do Rio Verde de Três Corações - UninCor (1998). Especialista em Prótese Dentária pela Associação Brasileira de Odontologia - ABO-MG (2002) Mestre em Biologia Oral pela Universidade do Sagrado Coração - USC (2013). Doutor em Biologia Oral pela Universidade do Sagrado Coração - USC (2015).  
Dra. Maria Berry, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014), Especialização em Odontopediatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015), Mestrado em Telessaúde pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2016) e Doutorado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2020). Foi bolsista sanduíche no Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (CAPES), Vistor Research Fellow na Griffith University/Australia (2019/2020) e Professora da eletiva Ensino Odontológico Mediado por Tecnologias da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2020/2020). Atualmente é bolsista QUALITEC na Unidade de Desenvolvimento Tecnológico na UERJ na área de saúde (NTO), Professora de Metodologia da Pesquisa na Sanar Pós (2020). Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em: Odontopediatria; Ensino Odontológico Mediado por Tecnologias e Comunicação em saúde. Apresenta participação em trabalhos científicos nacionais e internacionais, tais como, painéis apresentados em congressos de Odontologia e Telessaúde/Telemedicina, como autora e co-autora. O trabalho de maior destaque foi como vencedora de um concurso nacional denominado 12º Prêmio Sinog de Odontologia, em 2013 e é uma das fundadoras do aplicativo ClickTrauma.
Professor Daniel Telles, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Possui graduação em Odontologia pela UERJ (1989), Especialização em Prótese Dentária pela UERJ (1991), Mestrado (1997) e Doutorado (2000) em Reabilitação Oral pela Faculdade de Odontologia de Bauru da USP. Atualmente é professor Titular de Prótese Dentária da FO-UERJ, chefe do Departamento de Prótese da FO-UERJ, coordenador dos Cursos de Mestrado e Doutorado em Prótese Dentária do programa de pós-graduação stricto-sensu em Odontologia da FO-UERJ e membro do Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão (CESEP) também dessa instituição. Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Reabilitação Oral, atuando principalmente nos seguintes temas: Prótese Dentária, Implantes Osteointegráveis, Oclusão e Desordens Têmporo-Mandibulares.
Professora Maria Isabel, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Possui graduação em Odontologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1993), Mestrado em Odontopediatria pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1997) e Doutorado em Odontologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999). Foi Coordenadora de Graduação (2004-2007), Vice-diretora (2008-2011) e diretora da Faculdade de Odontologia da UERJ (2012-2015). Diretora do Departamento de Estágios e Bolsas (CETREINA/UERJ - 2016/2017). Tem experiência na área de Odontologia, com ênfase em Odontopediatria e Saúde Coletiva e em gestão Pública; Membro do Corpo docente do Curso de Mestrado Profissional em Telemedicina e Telessaúde/HUPE/UERJ. É professora Titular da UERJ e coordena uma Unidade de Desenvolvimento Tecnológico na UERJ na área de saúde (NTO). Foi coordenadora da área de Odontologia da Universidade Aberta do SUS (Unasus/UERJ) e também coordenou o Programa PróSaúde na área de Odontologia da UERJ. Foi Sub-secretária de Ciência e Tecnologia/SECTIDS/RJ (abril a julho 2017) e Sub-secretária de Ensino Superior, Pesquisa e Inovação/SECTI/RJ (janeiro 2019 a junho 2020); Presidente Faperj (julho/agosto 2017); Ex-Presidente da Fundação Cecierj (2020/2020) e Ex-Secretária de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (2020/2020).

Referências

Referências

ANDERSON, T. The theory and practice of online learning – Atha-basca University Press. 2008. Disponível em: http://www.aupress.ca/books/Terry Anderson.php

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Parecer CNE/CP n° 11/2020: Orientações Educacionais para a realização de aulas e atividades pedagógicas presenciais e não presenciais, no contexto da Pandemia. Brasília, 2020.

CAVALCANTE, BL; SILVA, UT. Relato de experiência de uma estudante de enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas. J Nurs Health, pelotas (RS), v1, n.2, p. 94-103, jan/jun 2012.

DAMIEN, NM.; CHAPPELL, DOUGLAS J.; VAN DER HOEVEN, R. Teaching emergency medicine in a dental school during the time of COVID‐19. Journal of dental education, 2020.

MOORE, Z. et al. The COVID‐19 pandemic: Opportunity for integration of educational technology. Journal of dental education, 2020.

PALACIO, M.; STRUCHINER, M. Análise do uso de recursos de interação, colaboração e autoria em um ambiente virtual de aprendizagem para o ensino superior na área da saúde. Ciênc. educ. (Bauru), Bauru , v. 22, n. 2, p. 413-430, June 2016 . Available from . access on 28 Apr. 2021. https://doi.org/10.1590/1516-731320160020009.

PERES, KG. et al. COVID-19-related challenges in dental education: experiences from Australia, Brazil, and the USA. 2020. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, v. 20(supp1), p-01-10, 2020

QUINN, B. et al. COVID‐19: The Immediate Response of European Academic Dental Institutions and Future Implications for Dental Education. European Journal of Dental Education, 2020.

ROCHA, J. Uso de tecnologias da informação e comunicação na educação em saúde. Problematização e desenvolvimento. Medicina (Ribeirão Preto) v.48, n 3, p214-23, 2015. DOI: http//dx.doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v48i3p214-223

SALVADOR, P. et al. Objeto e ambiente virtual de aprendizagem: análise de conceito. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 70, n. 3, p. 572-579, 2017.

SAMPAIO, S.; ROCHA, J.; GALVÃO, MCB. et al. O uso do moodle em disciplinas de pós-graduação de uma faculdade de medicina brasileira. Associação Portuguesa de Documentação e Informação de saúde. XIV Jornadas 26 e 27 de março de 2020. Centro Hospitalar Universitário do Porto. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5647554/mod_resource/content/1/O%20uso%20do%20Moodle%20em%20disciplinas%20de%20p%C3%B3s-gradua%C3%A7%C3%A3o%20de%20uma.pdf Acesso em: 22 de abril de 2021.

SHRIVASTAVA, KJ. et al. A cross‐sectional virtual survey to evaluate the outcome of online dental education system among undergraduate dental students across India amid COVID‐19 pandemic. European Journal of Dental Education, 2021.

SPANEMBERG, JC.; SIMÕES, C.; CARDOSO, JA. The impacts of the COVID‐19 pandemic on the teaching of dentistry in Brazil. Journal of dental education, 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Critical preparedness, readiness and response actions for COVID-19: interim guidance, 24 June 2020. World Health Organization, 2020.
Publicado
2021-11-18
Seção
Relatos de Experiência